Se eu te amasse mais do que te amo



Se eu te amasse mais do que te amo...
não caberia nesta folha
tudo que eu queria te dizer.
Muitas vezes o silêncio
Diz muito mais que tantas palavras
Quero-te tão humildemente,
Tão ternamente,
Amo-te tão despojadamente,
Como se fosse a coisa mais natural...
Como se nascesse da minha alma
Numa tarde ensolarada
Ou mesmo em uma manhã cinzenta
De um dia qualquer...

Meus dias são todos dedicados
à tua lembrança...
à tua presença silenciosa,
nesta minha vida cheia de barulhos.
Tuas palavras de amor
derretem o gelo dos meus dias
Brilhando intensamente
nas minhas montanhas cinzentas e sombrias
Elas fazem nascer o sol mesmo em plena noite
rasgando meu mundo como uma folha de papel
destruindo o rascunho da minha alma seca
criando figuras vivas e cheias de paixão!

Se eu te amasse mais do que te amo agora,
Com certeza eu teria que ter em meu peito
Mais um coração....

Mary Fioratti
9/1/2004





Edição: 20.01.04




® Mary Martins Fioratti - Direitos Reservados © - 2004