Eu te procuro
Sei que não estás…
Sei que é inútil..
Nada mais existe
Além dessa distância

Mas te procuro
Porque minha meninice
Ficou na tua alma
Te procuro
Porque te amo

Eu te procuro
Porque meus olhos
Ficaram estáticos
Dentro dos teus
E minha fantasia
Se escondeu
Atrás da tua realidade…

Hoje eu te procuro
Porque eu me preciso
Não consigo mais
Atravessar madrugadas
Fitando estrelas…

Hoje eu te procuro
Porque
Eu cansei de não me encontrar….

Hoje…
Eu vim procurar a minha paz
Que ficou contigo
Eu vim procurar
A minha vida inútil
E sem significado
Eu preciso tanto me encontrar!


Mary Fioratti









Edição: 15.01.04



® Mary Martins Fioratti - Direitos Reservados © - 2004