PARTIDA


Quando você partiu
Não consegui reter
Seu vulto que seguia
Caminhando pela noite...

Naquela angústia
Da última vez
Na frieza daquele adeus
Fiquei olhando seu vulto
Se afastando
Da minha vida....

Fiquei a olhar o vazio
Soluçando
Numa estúpida esperança
Que você voltasse de repente
Com suas mentiras...

E agora....
Que vai tão longe sua partida...
Consciente digo-lhe
Que foi a mentira mais linda

Da minha vida....

 

Mary Fioratti







Edição: 15.01.04

® Mary Martins Fioratti - Direitos Reservados © - 2004