Onde te Escondes Realidade ?




Onde estás, realidade? Onde estás?
Por que te escondes de mim neste negro espaço?
Por que apareces, mas sempre escondida
E apaga meus sonhos sem deixar um traço?

Deixa meus sonhos que hoje carrego
Tornarem-se realidade em minha imaginação.
Sai desse buraco negro onde te escondes
E deixa viver sonhando este meu coração.

Há quanto tempo me persegues, oh terrível realidade,
Fujo de ti em cada canto, ouço teus solfejos,
E quando reapareces do teu buraco negro,
Vem com tua lança afiada matar todos os meus desejos.

Por mais que insistas, aparecendo sempre,
Quando minh'alma se enleva e se põe a delirar,
Por mais que lutes com tua lança poderosa,
Mostrando-me a face, não me deixando sonhar.

Lutarei com todas as forças de minha sanidade,
Espantarei teu canto, apagarei teu amargor,
Desiste dos teus propósitos, querida realidade,
Ninguém pode tirar de minha vida tanto amor!


Mary Fioratti