SONS DA NOSSA VIDA

Deixo em teu coração tão vivo e exposto
Todas as marcas de meus beijos apaixonados
Sinto-o pulsar quando te abraço.. e tanto!
Colando meu corpo, no teu corpo tão amado

Quando ele bate assim e o teu desejo
Estampa-se em teu rosto... tão expressivo
Abraço teu corpo bem de encontro ao meu
Nasço em teus olhos... e morro no teu sorriso

Esse som do teu peito quando eu te abraço
Esse ritmo louco e desesperado
Transforma-se em todos meus sons internos

Ele vibra meu corpo loucamente
Faz morada em meu templo, explode meus sentidos
Mostrando-me a pureza desse nosso amor eterno


Mary Fioratti

 

Edição: 15.01.04

® Mary Martins Fioratti - Direitos Reservados © - 2004