Sonhos de Infância

A menina subia
E corria pela rua
Saltitava
Cantarolando uma canção
Ao seu lado
Sua amiga imaginária
Uma pequena bolinha
Que a seguia pelas ruas
E a menina baixinho
Conversava com ela
Segredando seus sonhos
Contando seus problemas
De vez em quando
Fazia um papagaio de papel
Pequenininho
Com um fio de linha
E o soltava pertinho dela
Sorrindo extasiada
Enquanto ele subia ao vento
Às vezes a menina chorava
Escondida entre muros
Seu coração tão cheio
De medos
Medo de ir para casa
Medo de ficar na rua
Não sabia para onde ía
E ficava tão perdida
Na sua própria fantasia
Hoje a menina cresceu
O papagaio de papel
É imaginário
Mas tem ainda seus segredos
Hoje ..essa menina
Não vive nas ruas
Mas num cantinho escondida
Ainda chora de seus medos

Mary Fioratti





Edição: 31.05.04

® Mary Martins Fioratti - Direitos Reservados © - 2004