Meu segredo


Amo sua presença silenciosa em minha vida
É como um tesouro que guardo
Num bauzinho trancado
Dentro de meu coração
Pressinto você no silêncio
Percorro as alamedas dos meus sonhos
Parando para um descanso
Nos bancos de sua solidão
Estendo minhas mãos para as suas
E num gesto de amor incondicional
Toco seu rosto como se ele fosse meu
Olho dentro de seus olhos
Buscando a ternura para enfeitar meus dias
Em sonho…beijo sua boca
Tirando aquela ternura necessária
Para minha sobrevivência
Na verdade… você me pertence
Faz parte constante dos meus pensamentos
Voce é tao meu…tão secretamente meu
E é a adrenalina necessária
Para que meu coração possa bater
E todos os dias, num ritual sagrado
Cubro-o com a ternura de minha alma
E o embalo na música do meu ser

Mary Fioratti


® Mary Martins Fioratti - Direitos Reservados © - 2004