Hoje
quero fechar meus olhos
E ser a regente da orquestra
Do nosso amor
Nao fale nada
Somente sinta
As sensações que vou lhe dar
Lentamente
Quero sentir todo seu corpo
Quero olhar para seu rosto
Contorcido de desejo
E com minhas mãos
Quero tocar o teclado
De seu corpo
E da sua boca
Quero ouvir todos os seus sons
Canta para mim
Essa música louca
da paixão que cresce
Enquanto pincelo sua boca
Com meus beijos
E deslizando meus lábios
Pelo seu corpo com ardor
Quero que você componha
A música da vida
Nota por nota
Cantando nosso amor....

Edição: 18.06.04

® Mary Martins Fioratti - Direitos Reservados © - 2004